A parcialidade sartreana

A vida tem seus aspectos terríveis e, dependendo da perspectiva pela qual se escolha olhar, ela pode parecer sombria e aterradora. Algumas pessoas, como Sartre, se apegaram a esses aspectos tétricos da existência, mergulhado num sentimento de náusea perpétua que marcou sua filosofia. Errou porém ao alijar da experiência um outro lado que também existe, da beleza, da fraternidade, da amizade, do amor e da abnegação. A filosofia sartreana pode até levantar pontos incomodamente verdadeiros, mas é falha ao esquecer que são apenas aspectos, não a essência da vida.