Subscribe Now
Trending News
Logo_Editora_W

Nossos Livros

Suas ferramentas
na guerra cultural

Qual nosso objetivo?

A Editora PHVox nasce em 2021, após mais de um ano de organização. Nosso objetivo é trazer ao público temas diretos com abordagem objetiva que concernem os aspectos das revoluções propostas ao longo dos últimos cinco séculos.

A nossa missão é disponibilizar ao público obras de novos autores no cenário cultural brasileiro e internacional, além de disponibilizar re-lançamentos de grandes autores de outrora a um público novo e ávido por conhecimento.

Muito prazer, nós somos a Editora PHVox 🙂

Nossos Livros

Lançamento

As Origens do Mal

Você conhece o suficiente sobre o marxismo e a filosofia de Karl Marx? Possui uma noção realista da profundidade de seus conceitos em nossa cultura e política atualmente?

A maioria das pessoas não conhecem a origem das idéias que definem as diretrizes de governos e instituições. Assim, não conseguem observar como as ações práticas e comportamentais são impostas e como elas afetam suas vidas. Em boa parte do tempo estão presas a conceitos cuja profundidade, objetivos e metas desconhecem.

A obra do professor Fabio Blanco provoca o leitor a indagar e levantar questionamentos antes proibidos na esfera intelectual do país ao mesmo tempo que traz respostas importantes para todos estes temas.

Se a nossa sociedade não conhece as origens das idéias e pensamentos que moldam a cultura e o comportamento dos dias de hoje, o livro As origens do mal será a “chave” de entendimento que levará você para a saída desta gaiola que aprisiona a sua mente e espírito.

Bases Revolucionárias da Politica Moderna

Comunismo, globalismo, fascismo, nazismo… com tantas vertentes, autores e filósofos é possível para o homem comum ser livre dos impactos que todas estas mentalidades têm em nosso dia a dia?

Um dos grandes desafios enfrentados atualmente consiste em conseguirmos entender o que de fato é a revolução, seus movimentos, ideologias e, principalmente, o seu real alcance. Mais do que entendermos, também é necessário tornar o tema claro para os leitores e formadores de opinião nas mais diversas esferas da sociedade.

Embora a grande parte dos aspectos da revolução façam parte de nosso cotidiano, identificá-los não é uma tarefa fácil. Mesmo quando identificamos, conseguimos na maioria das vezes captar impressões isoladas, através de um crime, um grupo de ação, uma polêmica que toma o debate público, etc.

Nos infinitos embates que nos vemos envolvidos, a grande maioria das pessoas não consegue ter uma visão clara dos verdadeiros inimigos que as envolvem em diversos meios, utilizando-se principalmente da corrupção da linguagem e da propaganda para avançar na ruptura social.

Neste ensaio, os autores apresentam o fio condutor que une todas estas pontas ideológicas que moldam a sociedade e jogam a política e a cultura contra o cidadão.

Corrupção da Linguagem e a Propaganda Comunista

A transformação das mentalidades por meio da utilização de certas palavras ou expressões é uma das armas poderosas da guerra psicológica revolucionária, guerra que vem se desenvolvendo num campo de batalha muito particular: a alma humana. O presente ensaio, publicado pela primeira vez nos anos sessenta, denuncia com profundidade uma forma arguta de manipular a opinião pública: a utilização de palavras-talismã. A corrupção e decadência moral do homem moderno enfraqueceu de tal modo o uso da razão nas nossas sociedades que é comum observar esta manipulação mesmo em meios universitários.

Vivemos a ditadura do relativismo, denunciada por um Sumo Pontífice. Para combater esta ditadura é preciso rigor na observação dos acontecimentos, precisão na linguagem e o amor pelas verdades eternas. Nos tempos de penúria intelectual em que vivemos, este ensaio serve como luminosa e poderosa arma para denunciar os erros que se difundem argutamente pelo manuseio da linguagem. Explicitando o insidioso artifício, denuncia o autor a intrínseca perversidade da dialética hegeliana em tudo distinta da dialética tradicional, a qual sempre buscou sem tréguas alcançar a Verdade.

Os EUA e o Partido das Sombras

O “Partido das Sombras” é mais do que uma simples reunião de milionários poderosos que pretendem impor sua visão de mundo financiando certos políticos. Trata-se de um grupo capaz de mover a opinião pública, ridicularizar opiniões contrárias e, nos últimos tempos, criminalizar essas opiniões. Usando o verniz da legalidade, George Soros criou uma entidade que, valendo-se de seus recursos bilionários, atua nos mais diversos níveis para influenciar a vida política americana e, em última instância, mundial.

Teoria da conspiração? Fake news? Quem está por trás da polêmica eleição americana de 2020? Para entender essa questão, é necessário mergulhar num panorama da história política dos EUA, dos círculos de poder e das sociedades discretas que controlam o Partido Democrata e parte do establishment norte-americano.