Mas e o Putin? Conheça o mais novo “conservador”

Desde 03 de Novembro de 2020 o tema que mais cresceu em meio aos brasileiros foi o poder das Big Techs e o que farão para barrar tudo isso. Em meio diversas ações em alguns países, o discurso de um líder mundial chamou a atenção: Vladimir Putin, o ex-agente da KGB – não existe ex-agente da KGB – e atual Presidente da Federação Russa.

Putin condenou com firmeza as ações de tais empresas, atacou os grandes bilionários e garantiu que em seu país não conseguiriam repetir o mesmo que fizeram com Donald Trump. Isso foi suficiente para que paixões desenfreadas brotasse nos corações incautos e que Putin virasse o mais novo “conservador do pedaço”, um “grande líder”, o homem que vai “salvar o ocidente”.

Mesmo os mais comedidos começaram a defender uma “aliança estratégica” com a Rússia, mesmo sabendo-se lá o que isso quer dizer ou como poderia ser feito, mas lembre-se o que importa é o sentimento que as palavras causaram em você, não o que realmente elas significam.

Porém o que me chama a atenção é como os brasileiros possuem uma memória curta de tudo que Vladimir Putin fez nos últimos 20 anos à frente da federação Russa. Mas para relembrar e quebrar corações apaixonados, vale lembrar algumas ações do Presidente Russo em nosso quinta, a América do Sul nos últimos anos.

A aproximação da Venezuela com a Turquia

Putin é um dos grandes responsáveis pela manutenção de Nicolás Maduro à frente da Venezuela e vamos tratar bastante disto. Mas em 2018 Nicolás Maduro foi filmado fumando charuto e esbanjando com muita carne e chefs internacionais, o que gerou revolta no mundo todo, pois seu país as pessoas passam fome e comem até lixo.

Maduro e a vida boa de um ditador na Turquia

Porém o que poucas pessoas sabem é que Madura estava na Turquia ao que tudo indica negociando “contratos” com Recep Tayyip Erdoğan para que a Turquia operasse navios petroleiros na Venezuela e fizesse parte da extração de ouro pela Turkish Airlines, encontro este intermediado por Putin em seu breve período de entendimento geopolítico com o presidente da Turquia.

Juan Guaidó e o pagamento a peso de ouro

Quando Juan Guaidó recebeu apoio internacional de diversos países, uma das poucas potências do mundo que continuou apoiando o regime de Maduro foi a Rússia de Putin. Porém mais do que apoio diplomático, Putin também vendeu serviços de segurança privado do Wagner Group (exército de mercenários formado em sua maioria por ex-militares russos).

No mesmo período um avião voltou carregado de ouro e ninguém sabe para onde ou para quem a carga avaliada em R$3,1 Bilhões estava destinada.

 

Meses depois foi a vez de autoridades oficiais da Rússia visitarem a Venezuela e ainda promoverem exercícios militares e venda de armas para o regime comunista bolivariano do Foro de SP.

Manchas de petróleo e a pirataria em alto mar

Caro leitor, lembra-se das manchas de petróleo na costa brasileira?

Pois bem, 75% da venda do petróleo legal da PDVSA – Estatal venezuelana que controla o petróleo do país – é controlado por uma empresa com participação de capital Russo, a ROSNEFT.

As operações ilegais são operadas por empresas contratadas em operações triangulares que envolve empresas pequenas com bandeiras de países menores como Malta. O sistema de rastreamento destes navios é desligado em alto mar e a baldeação de carga entre os petroleiros ocorre, o que pode gerar também acidentes e catástrofes ambientais, que a mídia fez de tudo para esconder no Brasil.

Irã, o operador secundário

Outro país que opera dentro da Venezuela e muitas vezes sob a tutela do regime de Putin é o Irã. Que possui um relacionamento de longa data com o Regime Chavista, muito bem descrito pelo excelente Leonardo Coutinho em seu livro “Hugo Chavez o espectro”.

Todavia, quando o Presidente Donald Trump elevou o tom contra Maduro e enviou uma frota da marinha americana para patrulhar o Caribe em operação anti-drogas e pirataria do Cartel de los soles – consultar também o livro de Coutinho – Putin precisava se afastar dos holofotes e a operação petroleira começou a tocada pelo regime iraniano, o que gerou inclusive conflitos diplomáticos com os EUA.

O Irã também era o destino do famoso aero-terror, linha fantasma operada pela estatal venezuelana Conviasa, que era utilizada para transporte de armas e drogas por muito tempo.

Exército privativo de Putin faz segurança das minas de Ouro

O Wagner Group ainda é responsável por patrulhar e fazer a segurança das minas de ouro no estado de Bolívar, no Sul da Venezuela, muitas vezes este ouro era extraído com a Turquia como ponte e a Turkish airlines operando o transporte, como dito anteriormente:

Putin e a sua visão do globalismo

Em seu discurso no Fórum econômico mundial 2021, Putin declara estar amplamente favorável as ideias globalistas e ainda alerta: Só precisamos tomar cuidado para não nos engolirmos (revolucionários) em meio ao processo. Veja abaixo uma análise completa do discurso de Putin realizada por José Carlos Sepúlveda e Paulo Henrique Araujo:

Conclusão

Vladimir Putin não é conservador e não defende as liberdades ocidentais, defende e apoia regimes totalitários no mundo todo, como Cuba, Síria, Coréia do Norte e muitos outros.

Espero que somente com esta rápida e curta amostra grátis do Putinismo, muitos deixem de ilusões por aparências e entendam de uma vez por todas que não existe ex-agente da KGB e nem santo na geopolítica.

Geopolítica NÃO É linear e Putin não é conservador.

Vladimir Putin está implementando o pensamento da filosofia Eurasiana de Alexander Dugin, para quem deseja se aprofundar ainda mais sobre este tema recomendo o debate do Professor Olavo de Carvalho com Dugin no livro “EUA e a nova ordem mundial”.

Escrito por

Paulo Henrique Araujo

30 Artigos

Palestrante, Apresentador e Diretor Executivo do PHVox.
Ver todos artigos

24 comentários em “Mas e o Putin? Conheça o mais novo “conservador””

  1. Para aqueles que ainda estão surpresos com Putin, isso já fora previsto e denunciado por Golitsiyn em seu livro “The Perestroika Deception”, sendo que o que Putin faz é continuação da grande estratégia de 1959, anunciada por Kruschev na reunião dos 80 partidos comunistas, e que tudo não passa de estratagemas para confundir o mundo do ocidental a fim de derrubar democracias e impor o socialismo através do democratismo. A primeira anomalia da Perestroika começou com a “queda” do muro. Se o ato fosse realmente legitimo, haveria uma verdadeira carnificina, como foi na Praça Tianamen na China, onde um protesto controlado pelo PCCh e executado pelo Komsomol faziam atos em “critica” ao governo. Porem, na periferia dessa praça, houve um protesto genuíno e, devido à esse protesto, a imprensa toda foi censurada e o protesto legitimo foi cruel e brutalmente massacrado. Seria assim na Alemanha e na própria Rússia se os protestos e a abertura politica fosse realmente autênticos. Porem, a Perestroika e a queda do muro não passaram de um engodo de desinformação para que o ocidente acredite que o co.Unicamp está liquidado, mas, na verdade, ele está mais forte do que nunca (estratégia fraqueza e evolução, que obedece à máxima de Sun-tzu que diz “finja fraqueza enquanto estiver geralmente forte para que o inimogo, na sua arrogância, baixe a sua guarda, possibilitando a você a golpea-lo no lugar certo e momento oportuno, e ele não saberá de onde veio o golpe fatal”). É é isso que vem acontecendo com a democracia, que baixou a guarda e vem sendo golpeada no lugar certo (instituições, economia, governos) e momento oportuno (pandemônio). Quem leu as obras de Golitsiyn e Sun-Tzu, não se surpreenderia com as ações de Putin.

    1. Renato, excelente colocação. Você leu bem A Arte da Guerra de Sun Tzu (escrito 500 a.c). Aconselho a todos lerem este livro e o homônimo de Maquiavel, porque eles se completam.

  2. Puritanismo não leva ninguém a lugar nenhum. Nós temos que enxergar a realidade como ela é e não como gostaríamos que ela fosse.
    Nós precisamos é de aliados no Conselho de Segurança da ONU e as melhores opções p/o Brasil são Rússia e China, pois são membros permanentes.
    E já que vocês são cristãos, vocês devem saber que um daqueles 10 mandamentos da lei de Deus é amar ao próximo, e não a humanidade

    1. Claro, segundo sua lógica: Já que somos cristão temos que nos aliar com quem quer destruir a fé cristão e persegue a igreja a todo custo.

      Você percebeu que está falando de se aliar com revolucionários, comunistas e os dois principais países que patrocinaram a destruição do ocidente?

      Três opções:

      1 – Você é desinformado.
      2 – Você é um desinformante mau-caráter.
      3 – Você é Burro.

      PH

  3. Ótimo texto! Com certeza, a síntese de leituras e estudos do Paulo Henrique, que, como sempre, nos instrumentaliza para compreendermos esse mundo

  4. Assistam os videos do Padre Paulo Ricardo* editados a “9” anos mas atualíssimos!
    MARXISMO CULTURAL E REVOLUÇÃO.CULTURAL! (youtube)
    *(Poliglota. 7 idiomas inclusive alemão)

  5. Mas a medida de cancelar as big techs por censura irracional é boa. Poderia ser copiada no mundo todo.
    Com esta medida ele está deixando bem claro que quem manda no Russia é ele (se tiver alguma censura tem que vir dele).
    A soberania nacional tem que se sobrepor à opinião da midia globalista e, repito, neste caso Putin está correto e deveria ser copiado em grande escala.

  6. A medida de cancelar as big techs por censura irracional é boa.
    Com esta medida ele está deixando bem claro que quem manda no Russia é ele (se tiver alguma censura tem que vir dele).
    A soberania nacional tem que se sobrepor à opinião da midia globalista e, repito, neste caso Putin está correto e deveria ser copiado em grande escala.

  7. Excelente explanação!!! Cristalina como o mar do Caribe…Nao nos engane-mos nunca com os nossos inimigos e JAMAIS sejamos sentimentais e nem bondosos com esses “monstros” em forma de seres humanos…ao contrário, sejamos artigos é dissimulados, como eles o são…usemos as mesmas armas desses DEMÔNIOS…

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *