Não tenhais medo

Você não precisa temer
Diminuir-se não é sublime
O medo está afastado
Estou logo atrás de você

Apenas continue sorrindo
Apenas continue brilhando
Apenas continue laborando
Estou logo atrás de você

Apenas continue
Não desista, faça por mim
Sou Eu, E Sou você
Eu Sou o desejo do infinito
Estou logo atrás de você

O trabalho não termina
O descanso é a contemplação em mim
Os amargos da língua
As calúnias do amor
quem está contemplando a verdade?
É a tua alegria que me importa
Estou logo atrás de você

Não chore, confie em mim
Não desista, caminhe
Não desanime, levante
Estou logo atras de você

Eu sou você!
Eu sou o todo em você!
Quanto você sabe?

Escrito por

3 comentários em “Não tenhais medo”

  1. Deveria ter identificado o cidadão ou entidade que se postava na retaguarda. Merecia, sem dúvidas, ter seu nome declarado. Do nada para lugar nenhum!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *